Bolsonaro chama Lula de 'capeta que quer implantar o comunismo'

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não moderou o tom ao se referir ao principal adversário político nas eleições presidenciais deste ano.

Em um discurso em Sorocaba, São Paulo, nesta terça-feira (13), o mandatário se referiu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como o "capeta pela frente, que quer impor o comunismo no nosso Brasil".

Para o candidato à reeleição, a disputa entre ele e Lula na corrida pelo Palácio do Planalto corresponde a enfrentar o “mal pela frente”.

"Eu agradeço a Deus pela minha segunda vida. Agradeço a ele também pela missão que ele me deu, me colocar na Presidência da República. Temos o mal pela frente. O capeta pela frente, que quer impor o comunismo no nosso Brasil. Uma pessoa que foi liderança mundial em corrupção. Uma pessoa que nada deixou de bom para o nosso país", disse Bolsonaro.

Além do petista, ele também se referiu a outro rival, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB). O mandatário acusou de o tucano ter sido eleito usando o nome dele “e depois virou inimiguinho”, minimizou.

O mandatário ainda afirmou que não sairá do país, mas não mencionou a possibilidade de perder as eleições.

"Quem tem que sair do Brasil são aqueles que não querem a liberdade do seu povo. Aqueles que não ensejam o livre mercado... Aqueles que querem colocar [o país] na situação em que se encontram outros países da América do Sul”, afirmou.

Antes de subir no palanque, Bolsonaro realizou uma motociata pelas ruas de Sorocaba ao lado do aliado Tarcísio Gomes de Freitas, ex-ministro no governo federal e atual candidato do Republicanos ao governo de São Paulo.

Pesquisa Ipec desta segunda (12) apontou crescimento de Lula nas intenções de voto. O petista tem 46% da preferência (dois pontos a mais que no último levantamento) e Bolsonaro, 31%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)