Bolsonaro.com.br: quem é dono do site que hostiliza o presidente

A equipe do presidente Jair Bolsonaro (PL) já localizou o responsável por reutilizar um domínio com o nome do atual governante para fazer uma espécie de galeria de críticas a ele.

A plataforma “bolsonaro.com.br”, que era utilizada para destacar ações do governo, foi remontada com imagens e textos que associam o candidato à reeleição ao nazista Adolf Hitler, por exemplo.

Segundo informações do colunista Igor Gadelha, do portal Metrópoles, quem comprou e atualizou o domínio foi o empresário Gabriel Baggio Thomaz. Ele adquiriu o registro em janeiro e modificou a página em agosto deste ano.

Gabriel tem residência fixa em Curitiba, no Paraná, e é proprietário de algumas empresas. Dentre elas, uma atua na venda de papelão ondulado e chegou a ganhar licitações do governo federal durante o mandato da petista Dilma Rousseff (PT), apurou o colunista.

Essas informações foram repassadas para a equipe jurídica de Bolsonaro. A ideia é acionar o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ainda nesta quarta-feira (31) para buscar a recuperação do domínio.