Bolsonaro comemora leilão do 5G e diz que internet permitirá mostrar verdade sobre Amazônia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro comemorou nesta quinta-feira o sucesso de leilão da tecnologia 5G por ampliar o acesso à internet no país, afirmando que assim será possível mostrar o que disse ser a "verdade" sobre a Amazônia.

"Com a chegada do 5G... como a internet vai para quase todos os locais do Brasil, são aproximadamente 10 mil regiões que não têm internet ainda, chegará internet lá, os indígenas vão começar a mostrar a imagem da Amazônia para a Europa, e não as mentiras que saem de grande parte da mídia para fora do Brasil", disse Bolsonaro na tradicional transmissão semanal ao vivo pelas redes sociais.

O presidente aproveitou para afirmar que com a chegada da internet a diversas regiões do país --a ideia é, inclusive, oferecer a tecnologia em rodovias federais, uma demanda de caminhoneiros-- poderá ser mostrada a "verdade" sobre a Amazônia.

Bolsonaro sustentou que o bioma está preservado e afirmou ainda que o Brasil é exemplo em preservação ambiental, apesar das críticas à política ambiental do país.

Apesar das afirmações do presidente, a destruição da floresta no ano passado no Brasil foi equivalente ao tamanho do Líbano e, embora possa haver uma ligeira queda em 2021, o desmatamento continua em um nível não visto desde 2008.

Segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, que também participou da live, até o momento o leilão do 5G já chegava à marca de 43 bilhões de reais. Questionado pelo presidente, o ministro confirmou que "vai passar dos 50 bi", número a ser consolidado na sexta-feira.

"Esse foi o maior leilão já feito pelo seu governo", disse Faria a Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos