Bolsonaro comenta casamento de Lula e Janja: 'Queria saber se algum pobre foi convidado'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) debochou na noite desta quinta-feira (19) do casamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com a socióloga Rosângela Silva, mais conhecida como Janja. O evento ocorreu na noite de quarta (18), na zona Sul de São Paulo.

Nosso querido Lula falou que a classe média podia ter só uma televisão em casa. Olha o casamento dele. Queria saber se algum pobre foi convidado. Alguém do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra), MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), algum quilombola, alguém que no passado invadia terras, algum pobre”, disse o presidente durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Pelo que eu estou sabendo até agora, ninguém. Só teve gente de boa lá. Ou seja, socialismo para vocês, capitalismo para mim. Mas tudo bem”, completou.

A lista de convidados foi restrita, com a presença de cerca de 200 convidados. Políticos como o ex-governador e pré-candidato a vice-presidente na chapa do petista, Geraldo Alckmin (PSB), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o ex-prefeito Fernando Haddad, e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, marcaram presença na cerimônia.

Já o ex-BBB Gil do Vigor, o cantor Gilberto Gil e o humorista Paulo Vieira foram algumas das celebridades presentes.

O bispo emérito de Blumenau dom Angélico Sândalo Bernardino foi quem celebrou o casamento de Lula e Janja. O religioso conhece o político desde os anos 1970.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos