Bolsonaro compartilha vídeo em que é apontado como 'escolhido por Deus'

Na postagem, Bolsonaro escreveu que "não existe teoria da conspiração, existe uma mudança de paradigma na política". (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou um vídeo na sua conta no Facebook em que um pastor estrangeiro afirma que ele foi "escolhido por Deus" para comandar o País.

Na postagem, Bolsonaro escreveu que "não existe teoria da conspiração, existe uma mudança de paradigma na política" e que "quem deve ditar os rumos do país é o povo! Assim são as democracias".

Veja o vídeo:

O pastor que fez a fala é o congolês Steve Kunda, fundador de uma igreja evangélica em Orleans, na França. Em francês, ele defende que o presidente é um político "estabelecido por Deus" para guiar o País, cobra apoio a Bolsonaro e pede que não se façam críticas nem oposição ao presidente.

O compartilhamento acontece após protestos em massa, na semana passada, contra o contingenciamento nas verbas do Ministério da Educação. Na sexta-feira, Bolsonaro já havia compartilhado, no Whatsapp, um texto que diz que o presidente é vítima de um sistema corrompido e "que o Brasil, fora desses conchavos, é ingovernável".

LEIA MAIS

Patentes sugerem que Intel está trabalhando em um smartphone 360º

Barragem 'bomba-relógio' faz população de Barão de Cocais arrumar malas

"Vamos falar que é tempo novo. Não faço política, sou pastor. Mas creio que tenhamos que fazer uma influência na política. A igreja não é só orar manhã, noite e tarde. A igreja é influenciar a sociedade no campo positivo e não só negativo. Na história da bíblia, houve políticos que foram estabelecidos por Deus. Um exemplo quando falam do imperador da pérsia Ciro. Antes do seu nascimento, Deus fala através de Isaías: 'Eu escolho meu sérvio Ciro'. E senhor Jair Bolsonaro é o Ciro do Brasil. Você querendo ou não", diz Kunda.

O programa em que o pastor é entrevistado é apresentado pelo pastor Cássio Miranda na Rede Super, emissora de televisão com sede em Belo Horizonte que pertence à Igreja Batista da Lagoinha. A rede é comandada pelo ex-deputado estadual Dalmir de Jesus e outros quatro deputados, além da empresária Liliane Hermeto.