Bolsonaro condecora a si mesmo com medalha do mérito científico

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)
  • Bolsonaro publicou um decreto em que condecora a si mesmo

  • Também foram homenageados outros ministros

  • A medalha concedida é a Ordem Nacional do Mérito Científico

O presidente Jair Bolsonaro publicou um decreto em que condecora a si mesmo com títulos da Ordem Nacional do Mérito Científico.

Além de Bolsonaro, também foram homenageados os ministros Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia; Paulo Guedes, da Economia; Carlos Franca, das Relações Exteriores e Milton Ribeiro, da Educação.

O presidente receberá a honraria de "Grão Mestre". 

No mês passado, Guedes criticou colegas de governo e chegou a chamar o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, de "burro". As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de São Paulo.

Em reunião sobre a retirada de R$600 milhões da pasta comandada por Pontes, Guedes afirmou ainda que o que falta no país na verdade é gestão e não dinheiro. O ministro comentou ainda que "às vezes, eu mesmo me pergunto o que estou fazendo aqui".

Ainda ao falar sobre a falta de gestão correta dos recursos, na avaliação dele, Guedes disse que muitos ministros não executam a verba que já foi disponibilizada e os recursos acabam parados.

O encontro foi feito com integrantes da comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara formada por deputados da base e da oposição.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos