Bolsonaro confirma que reforma administrativa será enviada ao Congresso apenas depois do Carnaval

.

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta quinta-feira que a reforma administrativa será enviada ao Congresso apenas depois do Carnaval.

“Vamos deixar para depois do Carnaval mesmo né?”, disse Bolsonaro, ao chegar no Palácio do Alvorada.

Mais cedo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o presidente ainda estava acertando os últimos detalhes mas o texto poderia ser encaminhado ainda na sexta-feira.

No entanto, com a véspera do feriado de Carnaval, o Congresso estará ainda mais vazio do que em uma semana normal.

Bolsonaro recebeu o texto final na última terça-feira e ainda estava analisando a necessidade de mudanças.

O texto prevê, entre as medidas, o fim da estabilidade dos servidores públicos. Mas, temeroso da reação contrária, Bolsonaro tem destacado que isso só valerá para os próximos concursados.



(Reportagem de Lisandra Paraguassu)