Bolsonaro dá espaço em live semanal para aliado pré-candidato em Goiás cobrar Caiado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 05.05.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) durante cerimônia de abertura da Semana das Comunicações, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 05.05.2021 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) durante cerimônia de abertura da Semana das Comunicações, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro deu espaço em sua live na quinta (16) para o deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO) questionar o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

Vitor Hugo, um dos principais aliados de Bolsonaro na Câmara dos Deputados, é pré-candidato ao governo goiano e deve disputar com Caiado em 2022.

Na live, Bolsonaro utilizou o pedido de recuperação fiscal feito por Goiás ao governo federal para abrir espaço ao colega.

"Tem estados, como o de Goiás, que está (sic) em uma situação financeira complicada, fica em casa economia vem depois, e daí o estado pede recuperação fiscal. O deputado Vitor Hugo vai explicar o que é isso e falar das consequências para servidores", disse o presidente.

Em sua fala, Vitor Hugo atacou a política do "fica em casa e a economia a gente vê depois", que teria agravado a situação fiscal de Goiás e cobrou transparência de Caiado sobre o regime de recuperação fiscal.

"Essa é a situação, esperamos publicidade e transparência do governador para que depois fique bem claro que a iniciativa de aderir foi dele. Isso vai ter reflexo principalmente no serviço público", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos