Bolsonaro decreta luto de 3 dias no Brasil por morte da rainha Elizabeth 2ª

Rainha Elizabeth em discurso na sede da ONU, em Nova York

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro decretou luto oficial de três dias no Brasil pela morte da rainha Elizabeth, que morreu aos 96 anos nesta quinta-feira.

"É declarado luto oficial em todo o país, pelo período de três dias, contado da data de publicação deste Decreto, em sinal de pesar pelo falecimento da Sua Majestade a Rainha Elizabeth 2ª, do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte", informou o governo em decreto assinado por Bolsonaro e pelo chanceler Carlos França.

Outras autoridades do governo, como o vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, também manifestaram pesar após o Palácio de Buckingham informar o falecimento da Rainha Elizabeth 2ª, monarca mais longeva do Reino Unido e figura central do país por sete décadas.

A rainha, que morreu pacificamente aos 96 anos no Palácio de Balmoral, na Escócia, segundo comunicado do palácio, visitou mais de 100 países ao longo de seu reinado de pouco mais de 70 anos, incluindo o Brasil.

(Reportagem de Ricardo Brito)