Bolsonaro decreta luto no Brasil por Elizabeth II, 'uma rainha para todos nós'

O presidente Jair Bolsonaro decretou nesta quinta-feira (8) três dias de luto oficial pela morte de Elizabeth II, a quem se referiu como "uma rainha para todos nós".

O presidente decretou luto em todo o Brasil "em sinal de pesar pela morte de Sua Majestade" Elizabeth II, com vigência a partir de hoje, segundo o Diário Oficial.

Com a decisão, o Palácio do Planalto já exibia na tarde desta quinta a bandeira do Brasil a meio mastro, o que deverá se repetir em todos os edifícios públicos, instituições de ensino e sindicatos em sinal de respeito.

"É com grande pesar e comoção que o Brasil recebe a notícia do falecimento de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, uma mulher extraordinária e singular, cujo exemplo de liderança, de humildade e de amor à pátria seguirá inspirando a nós e ao mundo inteiro até o fim dos tempos", escreveu o presidente no Twitter.

Bolsonaro acrescentou que a monarca "não foi apenas a Rainha dos britânicos, mas uma rainha para todos nós".

Brasil e Grã-Bretanha não têm laços historicamente fortes.

"O gesto de Bolsonaro está mais ligado a uma onda global de simpatia pela rainha e à preferência de seu eleitorado por temas conservadores, tradição, monarquia", disse à AFP Maurício Santoro, cientista político e professor de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Bolsonaro disputará um segundo mandato nas eleições de outubro.

A última vez que o presidente decretou luto oficial foi em julho passado, também por três dias, após o assassinato do ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe.

msi/app/mr/mvv