Bolsonaro descarta trocas ministeriais e elogia Paulo Guedes e Carlos França em SP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta segunda-feira em Sâo Paulo que não vai fazer trocas ministeriais em seu governo e citou nominalmente supostas críticas aos ministros Carlos França (Relações Exteriores) e Paulo Guedes (Economia).

Primeira-dama: 'Pregadora' Michelle Bolsonaro escancara discurso religioso

Pesquisa Ipespe: em cenário estável, Lula tem 44%, e Bolsonaro, 35%

A uma plateia de empresários, executivos e investidores do agronegócio, o presidente afirmou que o titular do Itamaraty, Carlos França, está sendo "fustigado" e negou supostos rumores de que o minsitro seria substituído. O presidente falou por 15 minutos e compareceu ao Global Agribusiness Forum acompanhado por sete deles.

- Não há motivo nenhum para trocar qualquer ministro agora. Se tivesse, jamais chegaria ao conhecimento da mídia, exceto no dia da publicação - disse Bolsonaro, ao comentar que França estaria sendo "fustigado". O ministro tem sido criticado por ter articulado o convite a embaixadores para o evento em que Bolsonaro fez um discurso golpista de ataque ao sistema eleitoral sem provas, realizado na semana passada.

Ao falar sobre o trabalho do ministro Paulo Guedes, Bolsonaro afirmou que "muita gente já pediu a cabeça dele" e elogiou a atuação do ministro durante a pandemia, com a liberação de recursos que permitiram o pagamento do auxílio emergencial.

Acompanham Bolsonaro, ainda, o candidato ao governo paulista Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o candidato bolsonarista ao Senado em Sâo Paulo, Marcos Pontes (PL).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos