Bolsonaro desembarca em SP e segue para hospital

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jair Bolsonaro
    38.º presidente do Brasil
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 14.12.2021 - O presidente Jair Bolsonaro participa de evento de lançamento programa Rodovida 2022, da Polícia Rodoviária Federal, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASÍLIA, DF, 14.12.2021 - O presidente Jair Bolsonaro participa de evento de lançamento programa Rodovida 2022, da Polícia Rodoviária Federal, no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) desembarcou na madrugada desta segunda-feira (3) em São Paulo após passar os últimos dias no litoral de Santa Catarina para um período de descanso.

Segundo o Hora 1 (Globo), que registrou o desembarque, a comitiva presidencial seguiu em direção ao hospital Vila Nova Star, na zona sul da capital. As imagens do desembarque mostram o presidente descendo a escada do avião.

O hospital não confirmou até o momento a suposta presença do presidente no local.

Em declaração ao UOL, o médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo afirmou que Bolsonaro tem suspeita de uma nova obstrução intestinal e fará exames na manhã desta segunda.

O presidente teria sentido dores abdominais, ainda em Santa Catarina, e precisou antecipar o fim da folga. Ele embarcou em direção a São Paulo ao lado de familiares e da comitiva.

Macedo operou o presidente após a facada na região abdominal, em setembro de 2018, durante a campanha eleitoral. Desde então, o cirurgião acompanha o paciente.

O médico, que está nas Bahamas, aguarda voo para retornar a São Paulo e acompanhar Bolsonaro.

Em julho do ano passado, o presidente ficou internado durante cinco dias no Hospital Vila Nova Star, com quadro de obstrução intestinal.

Na ocasião, pouco antes da alta, o médico que o acompanha recomendou alimentos não fermentados, para evitar gases. Andar de moto também não ganhou aval do médico. "Sem condição." A recomendação era para que Bolsonaro evitasse as motociatas até se recuperar plenamente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos