Bolsonaro deve ajudar PL a crescer nos municípios em 2023

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 01.11.2022 - JAIR-BOLSONARO-DF: O presidente Jair Bolsonaro (PL) faz pronunciamento após derrota nas urnas nas eleições 2022, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 01.11.2022 - JAIR-BOLSONARO-DF: O presidente Jair Bolsonaro (PL) faz pronunciamento após derrota nas urnas nas eleições 2022, no Palácio do Planalto, em Brasília, nesta terça-feira. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

Uma das tarefas às quais o presidente Jair Bolsonaro (PL) deve se dedicar após deixar o cargo, em janeiro de 2023, será a de ajudar o PL a crescer nos municípios.

Embora o partido tenha saído da eleição como dono das maiores bancadas na Câmara e no Senado e com dois governadores, sua presença em prefeituras ainda é modesta. Na eleição de 2020, o PL elegeu 345 prefeitos, nenhum deles em capitais.

Bolsonaro, assim, começaria desde já a promover lideranças locais da legenda, o que também atenderia a seu projeto de permanecer em evidência no cenário nacional e consolidar-se como maior referência do campo da direita. Aliados já começam a mencionar que ele deve ser candidato novamente a presidente em 2026.

Para isso, Bolsonaro deve também ter uma estrutura de comunicação profissionalizada, aproveitando o aumento expressivo do fundo partidário do PL. Há planos de investimentos em redes sociais e produtos como podcasts e vídeos.