Bolsonaro deve quase R$ 100 mil em multas por não usar máscara e aglomerar

·1 min de leitura
Sem máscara, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tira fotos com apoiadores no Maranhão - Foto: Isac Nóbrega/PR
Sem máscara, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tira fotos com apoiadores no Maranhão - Foto: Isac Nóbrega/PR
  • Jair Bolsonaro deve quase R$ 100 mil em multas por andar sem máscara em locais públicos

  • O Maranhão inscreveu o presidente na dívida ativa do estado por causa de uma multa de R$ 80 mil

  • Há ainda autuações não pagas em São Paulo que podem somar R$ 3.868,97, no mínimo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve quase R$ 100 mil em multas por andar sem máscara em locais públicos e promover aglomerações, desobedecendo leis estaduais e colocando em risco a saúde dos brasileiros em plena pandemia de coronavírus.

Segundo reportagem do jornal O Globo, o Maranhão inscreveu o presidente na dívida ativa do estado por causa de uma multa de R$ 80 mil, valor que pode vir a ser cobrado judicialmente. Há ainda autuações não pagas em São Paulo que podem somar R$ 3.868,97, no mínimo.

Bolsonaro esteve na cidade de Açailândia (MA) para entregar 287 títulos de propriedade rural em 21 de maio deste ano. Sem máscara, cumprimentou apoiadores que se aglomeravam atrás de uma grade de proteção.

No discurso, o presidente criticou o governador e seu adversário político Flávio Dino, na época no PCdoB, e perguntou para a plateia quem era "o gordinho ditador do Maranhão".

Um decreto estadual proibia a realização de eventos com mais de cem pessoas. O auto de infração diz que fotos e vídeos não deixam dúvida de que Bolsonaro cometeu "transgressões da legislação sanitária vigente".

O governo estadual ainda considerou que houve agravante porque, supostamente, o presidente agiu com dolo (intenção). O documento também diz que a Presidência realizou o ato "sem os mínimos cuidados exigidos nas normas referentes à Covid-19".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos