Bolsonaro diz que país não tem mais dinheiro e que seu governo "faz milagre"

Jair Bolsonaro garantiu que seu governo vem atuando constantemente para minimizar efeitos da falta de recursos públicos - Foto: EVARISTO SA/AFP/Getty Images

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Bolsonaro se queixou da situação econômica do país e afirmou que seu governo vem fazendo milagre

  • Apesar das reclamações sobre falta de recursos, site revelou que presidente gastou mais de R$ 200 mil para ir a jogos da Seleção Brasileiro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (16) que o Brasil está sem dinheiro e que seu governo está realizando um milagre para garantir a sobrevivência do país.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

"O Brasil inteiro está sem dinheiro, obrigado pela pergunta. Em casa que falta pão, todos brigam e ninguém tem razão. Os ministros estão apavorados. Estamos aqui tentando sobreviver no corrente ano. Não tem dinheiro e eu já sabia disso. Estamos fazendo milagre, conversando com a equipe econômica. A gente está vendo o que a gente pode fazer para sobreviver", afirmou o presidente no Palácio do Planalto após cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Juventude.

Leia também

A resposta veio após o presidente ser questionado sobre a possibilidade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) ficar totalmente sem recursos ainda em 2019.

Bolsonaro afirmou que o Exército deve reduzir sua carga horária justamente devido a falta de verbas para a alimentação. "O Exército vai entrar em meio expediente. Não tem comida para o recruta, que é filho de pobre. Essa situação em que nos encontramos é grave, não é maldade da minha parte, não tem dinheiro. Só isso", garantiu.

Apesar do cenário catastrófico, o presidente disse que seu governo vem trabalhando para minimizar os estragos. "O que estamos fazendo há algum tempo, a MP da liberdade econômica [citada como exemplo de ação do governo diante da falta de verba]. Lá atrás o Temer [ex-presidente Michel Temer] já mexeu na CLT se não tivesse mexido estaria pior o Brasil ainda. [Vamos seguir] privatizando, [fazendo] concessões, o Estado atrapalhando o menos possível", disse Bolsonaro.

Falta de verba?

De acordo com o UOL, o presidente utilizou dinheiro público para acompanhar três partidas da Seleção Brasileira na Copa América, realizada nos meses de junho e julho. Bolsonaro teria gasto R$ 201.600 reais para assistir aos três embates da equipe do técnico Tite. Em média, foram gastos R$ 67.200 reais por jogo.

Segundo dados da Secretaria Especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República, obtidos pelo UOL, as despesas foram referentes a equipe de segurança, saúde transporte, cerimonial, imprensa, comunicações e apoio técnico necessário ao presidente.

Bolsonaro participou das cerimônias de abertura e de premiação, no primeiro e no último jogo do torneio e acompanhou as semifinais das tribunas.