Bolsonaro disse que 'ia para porrada' com senador, diz Kajuru

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro disse, na conversa entre os dois que foi gravada, que iria "para a porrada" com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Kajuru disse que não publicou esse trecho do diálogo para "proteger" o presidente.

— A única parte da entrevista que eu não coloquei, para protegê-lo, foi quando ele ofendeu um senador e falou que ia para a porrada com o senador — disse Kajuru, em entrevista para a Rádio Bandeirantes, na manhã desta segunda-feira.

Depois, Kajuru acrescentou que Bolsonaro se referia a Randolfe, um dos senadores mais críticos ao governo federal:

— Ele fala assim: "eu vou para a porrada com esse senador, Kajuru". Foi o senador Randolfe.

Também nesta manhã, Bolsonaro criticou Kajuru por ter gravado e publicado a conversa e defendeu a divulgação da conversa:

— Não é vazar. É te gravar. Gravação só com autorização judicial. Gravar o presidente e divulgar...E outra, só para controle, falei mais coisa naquela conversa. Pode divulgar tudo, da minha parte.