Bolsonaro diz a ministros que não vai contestar resultado da eleição

Jair Bolsonaro (Foto: Bruna Prado/Pool via REUTERS)
Jair Bolsonaro (Foto: Bruna Prado/Pool via REUTERS)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não vai contestar o resultado das urnas em seu pronunciamento.

Segundo informações do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o mandatário disse isso em conversas que teve ao longo desta segunda-feira (31) no Palácio do Planalto, em Brasília, com diversos ministros, como Paulo Guedes, Carlos França, Ciro Nogueira e Fabio Faria.

Derrotado nas urnas no domingo (30), Bolsonaro se mantém em total silêncio sobre o assunto. O presidente também não disse quando irá se pronunciar publicamente.

De acordo com Lauro Jardim, pediram para ele falar ainda hoje para que "o país seguisse tranquilo o seu caminho", conforme o relato de um ministros que participou dessas negociações.

No discurso, Bolsonaro deve continuar criticando a condução do processo eleitoral por parte do Judiciário, e não deve parabenizar Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pela vitória.

Na votação realizada neste domingo (30), o petista derrotou Bolsonaro por 50,90% a 49,10%.