Bolsonaro diz nos EUA que foram achadas ‘partes de corpo humano’ em rio da região em que desapareceram jornalista e indigenista

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, durante viagem a Orlando, nos Estados Unidos, que foram encontradas partes de corpo humano em rio na região do Vale do Javari, onde o indigenista Bruno Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips desapareceram. Bolsonaro ainda disse que o governo trabalha desde o primeiro dia nas buscas pela dupla e quer elucidar o caso.

— Apareceu no rio, boiando, partes de corpo humano, as vísceras. E já foi para fazer o (exame de) DNA. A gente espera que não seja deles — afirmou o presidente.

Em nota, o comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal (PF), informou que as buscas fluviais e o reconhecimento aéreo na região do rio Itaquaí continua e que foi coletado material orgânico, “aparentemente humano”, que foi encaminhado para o Instituto Nacional de Criminalística da PF para análise. “Não procedem as notícias que estão circulando nas redes sociais no sentido de que os corpos dos desaparecidos foram encontrados”, diz a corporação.

A dupla está desaparecida desde o dia 5 de junho e estavam na região do Vale do Javari, no Amazonas. Eles deixaram a comunidade de São Rafael de barco e não chegaram ao destino seguinte. O indigenista era alvo de ameaças por defender a comunidade indígena contra a ação de garimpeiros, pescadores e madeireiros, e o jornalista registrou imagens de homens armados ameaçando os indígenas.

Bolsonaro ainda disse que já há “suspeitos presos” e que o governo quer elucidar o caso. Mas ponderou que a Amazônia tem uma área muito vasta, em que há tanto índios isolados como “muito ilícito” na região. Disse ainda que “droga existe no mundo todo”:

— Eles, quando partiram, a informação que temos é que não foi acertado com a Funai. Acontece. As pessoas abusam e as coisas acontecem. Eu peço a Deus que sejam encontrados vivos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos