Bolsonaro diz que China liberou insumos para produção da Coronavac no Brasil

RICARDO DELLA COLETTA
·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 13.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro tira fotos com apoiadores ao sair de um restaurante na Vila Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 13.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro tira fotos com apoiadores ao sair de um restaurante na Vila Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo foi informado por autoridades chinesas de que insumos para a fabricação da Coronavac devem chegar ao Brasil nos "próximos dias".

"A Embaixada da China nos informou, pela manhã, que a exportação dos 5,4 mil litros de insumos para a vacina Coronavac foi aprovada e já estão em área aeroportuária para pronto envio ao Brasil, chegando nos próximos dias", escreveu o presidente no Facebook.

"Assim também os insumos da vacina AstraZeneca que estão com liberação sendo acelerada. Agradeço a sensibilidade do Governo chinês, bem como o empenho dos ministros Ernesto Araújo [Relações Exteriores], Eduardo Pazuello [Saúde] e Tereza Cristina [Agricultura]".