Bolsonaro diz que concedeu indulto a Silveira para 'dar exemplo ao STF'

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira (27) que concedeu perdão presidencial ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) para “dar exemplo” ao STF (Supremo Tribunal Federal).

A declaração do chefe do Executivo ocorreu durante a Convenção Nacional das Assembleias de Deus do Ministério de Madureira, em Goiânia, informou o portal Metrópoles.

“Exerci o meu poder, dentro das quatro linhas [da Constituição Federal], até para dar exemplo ao Supremo Tribunal Federal, assinando a graça. Nós devemos respeitar os outros Poderes, nunca temer. É dessa forma que nós governamos, com a força de Deus, para poder mostrar para o Brasil para onde nós poderemos ir”, disse.

O mandatário concedeu graça a Silveira um dia depois que o STF condenou o parlamentar a oito anos e nove meses de prisão em regime fechado, além de inelegibilidade e pagamento de multa por atentar a democracia.

Na quinta (26), de acordo com o jornal Estado de S. Paulo, Bolsonaro havia dito que tem “pouco contato” com o deputado federal. Apesar da fala de Bolsonaro, o jornal revelou que o presidente recebe com frequência Silveira no Palácio do Planalto. O parlamentar é recebido também em agendas secretas no gabinete para falar das eleições que acontecerão em outubro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos