Bolsonaro diz que determinará suspensão da bandeira vermelha na energia elétrica

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Torres de alta tensão de eletricidade vista durante pôr do sol em Brasília
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que irá determinar ao Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, que suspenda a aplicação da bandeira tarifária vermelha nas contas de luz e retome a cobrança "normal" a partir do próximo mês.

Segundo o presidente, o país encontrava-se na "iminência de um colapso" na questão da energia elétrica, mas as chuvas dos últimos dias melhoraram a situação.

"Dói a gente autorizar o ministro Bento, das Minas e Energia, a decretar a bandeira vermelha", disse o presidente em discurso durante conferência religiosa em Brasília

"Vou pedir para ele --pedir, não, determinar-- que ele volte à bandeira normal a partir do mês que vem", acrescentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos