Bolsonaro diz que está 99% fechado com PL, e Valdemar Costa Neto confirma

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  22-10-2021, 12h00: O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes durante coletiva de imprensa na tarde de hoje, na sede do ministério. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 22-10-2021, 12h00: O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes durante coletiva de imprensa na tarde de hoje, na sede do ministério. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta segunda-feira (8) que está "99% fechado" para se filiar ao PL, partido de Valdemar Costa Neto.

A declaração foi dada à CNN Brasil. Segundo a TV, o presidente disse ainda que a "chance de dar errado [a negociação] é zero".

O chefe do Executivo ainda afirmou que na quarta-feira (10) terá reunião para tratar dos últimos detalhes com Valdemar e, em seguida, "marcar a data do casamento".

O presidente da legenda é ex-aliado do PT, foi condenado e preso no esquema do mensalão.

Em áudio enviado a um assessor nesta segunda-feira, a que a reportagem teve acesso, Valdemar disse que Bolsonaro tem conversado com os três principais partidos da base de sustentação dele no Congresso para que todos sejam atendidos. Ele disse que Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil e líder do PP, já foi avisado sobre a decisão do presidente.

"Hoje ele me informou que falou com o Ciro [Nogueira] e com os outros partidos. Temos que nos entender para que todos sejam atendidos. Política é isso. Hoje o PP tem a presidência da Câmara, amanhã, vamos querer ter essa presidência. Tem a eleição do Arthur e nós vamos apoiar? E depois de nós, vai vir o PRB (Republicanos), todos temos que crescer. Não pode ficar para trás. Se temos um grupo temos que estar unidos", disse Valdemar.

"Ele [Bolsonaro] falou comigo que falou com o Ciro hoje e o Ciro entendeu. Vamos tocar para frente o assunto e vamos entender quando vamos fazer essa filiação", continuou.

No próximo dia 19, Bolsonaro fará dois anos sem partido, desde que pediu desfiliação do PSL.

Nas últimas semanas, o PP e o PL intensificaram as negociações com o presidente.

​Como o jornal Folha de S.Paulo mostrou, os dois partidos do centrão devem compor a chapa presidencial, um filiando o chefe do Executivo, e o outro, o vice.

Este é o acordo que vem sendo discutido pelas cúpulas das duas legendas e por auxiliares palacianos.

Ainda que, reservadamente, todos deem como certa a ida de Bolsonaro para o PL, dirigentes dos dois partidos evitam dar certeza publicamente. O presidente já mudou de ideia em outros momentos.

O senador Welington Fagundes (PL-MT) disse nesta segunda-feira a jornalistas no Palácio do Planalto que as conversas entre o presidente e o partido estavam "bem encaminhadas" e que seria ideal filiá-lo dia 22, por ser o número de urna do PL.

Questionado se, caso o partido filie o presidente, todos os diretórios regionais devem acompanhá-lo, Fagundes sinalizou que não necessariamente.

"O PL nunca foi de fechar questão", disse o senador, vice-líder do governo.

"Temos as diferenças regionais muito grandes, acredito que é possivel sim ter coligações diferentes, até porque na legislação não tem verticalização", completou o senador, ao chegar no Palácio do Planalto nesta segunda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos