Bolsonaro diz que governo briga por privatizações, mas processos não avançam

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Logo dos Correios
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que o governo tem trabalhado pelas privatizações de empresas como Correios e Eletrobras e, ao lembrar que boa parte delas depende de aval do Congresso Nacional, reclamou que os processos não avançam.

Questionado por apoiador ao retornar ao Palácio da Alvorada, o presidente disse que o processo de privatizações não consiste em "botar na prateleira" e anunciar a compradores.

"Grande parte delas passa pelo Parlamento. Nós estamos brigando pelos Correios, pela Eletrobras... Não anda", afirmou.

A Eletrobras atualizou na semana passada o cronograma para a sua privatização, prevendo agora que a operação de "follow-on" ocorra até maio do próximo ano.

O projeto que trata da privatização dos Correios está pendente de votação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos