Bolsonaro diz que Maia e PT são 'coisas muito parecidas'

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura
Foto: Foto: Marcos Corrêa/PR

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta sexta-feira a aliança entre o PT e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nas eleições para a presidência da Casa. O PT está apoiando a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), articulada por Maia. Bolsonaro ironizou o apoio, lembrando que Maia fez um voto duro no impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), e disse que os dois são "coisas muito parecidas".

— O Rodrigo Maia, quando votou pela cassação da Dilma, deu um voto criticando o PT, (dizendo) que perseguiu o pai dele quando era prefeito no Rio. Deu um voto firme, objetivo, apontando que o PT era a maior desgraça do mundo. Hoje, está junto com o PT nas eleições da Presidência da Câmara. Pelo poder, água e óleo se misturam. Se bem que ali acho que não é água e óleo, não, são duas coisas muito parecidas — disse Bolsonaro a apoiadores, no Palácio da Alvorada.

Em 2016, quando o impeachment de Dilma foi analisado na Câmara, Maia falou que votaria pelo seu pai, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia, por considerar que ele foi atrapalhado pelo PT.

— Pela minha família, mas principalmente pelo meu pai, Cesar Maia, que quando prefeito do Rio, foi atropelado pelo governo do PT. O PT rasga a Constituição no Rio de Janeiro e rasga a Constituição aqui. O meu voto é "sim" — disse o deputado na ocasião.

A decisão de apoiar Baleia Rossi foi tomada pelo PT na última segunda-feira. A bancada do partido se dividiu: foram 27 votos favoráveis à aliança e 23 contrários. A outra opção seria lançar uma candidatura própria. Na disputa, Bolsonaro apoia Arthur Lira (PP-AL).