Bolsonaro diz que Petrobras pode quebrar Brasil por aumentos do diesel

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que a Petrobras pode "quebrar o Brasil" se houver novos aumentos do diesel e atacou governadores por questionarem a redução do ICMS aprovada pela Câmara.

"É um crime se cobrar um real de ICMS por litro de óleo diesel", disse Bolsonaro durante entrevista coletiva marcada para tratar das ações do governo federal em auxílio às vítimas das enchentes que mataram dezenas de pessoas em Pernambuco. O presidente, no entanto, acabou tratando de diversos outros assuntos não relacionados à tragédia, e disse que os governadores querem fazer caixa com ICMS mesmo já tendo recursos.

"Como alertei no mês passado, a Petrobras pode quebrar o Brasil com isso", seguiu o presidente.

Segundo Bolsonaro, o governo federal tenta encontrar formas legais, "sem interferir", de baixar o preço dos combustíveis.

Na semana passada, o governo anunciou mais uma troca na presidência da Petrobras, a terceira em três anos, em mais uma tentativa de controlar os reajustes nos preços dos combustíveis.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos