Bolsonaro diz que pretende recriar Ministério da Indústria e Comércio ainda este ano

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende recriar ainda este ano o Ministério da Indústria e Comércio, sinalizando que deverá enviar uma proposta nesse sentido ao Congresso em breve.

Em solenidade de posse da diretoria da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte, na noite de quinta-feira, Bolsonaro disse que a iniciativa atenderia a uma solicitação do novo presidente da entidade, Flavio Roscoe, e da bancada mineira.

"Foi uma solicitação que já estava madura e agora selou o seu final. Uma vez havendo uma outra oportunidade, ainda este ano, vai estar nas mãos do (presidente da Câmara, Arthur) Lira a recriação do Ministério da Indústria e Comércio", disse ele, na noite de quinta-feira.

Candidato à reeleição, Bolsonaro extinguiu a então pasta do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio no início do mandato, em janeiro de 2019, e com a junção de outras áreas criou um superministério da Economia sob o comando de Paulo Guedes.

A recriação do Ministério da Indústria, que precisaria do aval do Congresso, representaria uma perda de influência de Guedes. Ano passado, o presidente já tinha recriado o Ministério do Trabalho, que antes era uma secretaria ligada à Economia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos