Bolsonaro diz que sanciona LDO na sexta-feira e que fará a "coisa certa" sobre fundo eleitoral

·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que irá sancionar ou vetar trechos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2022 na sexta-feira, e garantiu que fará "a coisa certa" em relação ao Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

Ao aprovar a LDO, o Congresso alterou as regras do financiamento eleitoral, aumentando o montante a ser repassado ao fundo de 2 bilhões de reais para mais de 5 bilhões de reais.

"Amanhã sai a sanção ou o veto do fundo partidário, tá ok, pessoal?", disse o presidente na transmissão semanal ao vivo em redes sociais.

"Fica tranquilo aí, tá, vamos fazer a coisa certa", acrescentou.

Em outras ocasiões, o presidente já deu indicações de que deve vetar o fundo partidário, seja parcialmente, se possível, deixando-o em um valor de 3 bilhões de reais, seja integralmente.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos