Bolsonaro diz que, se PT voltar ao governo, vai plantar maconha no Alvorada

·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro comenta sobre projeto de lei que permite plantio de maconha para fins medicinais (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
  • Jair Bolsonaro afirma que, se PT voltar ao governo, vai plantar maconha no Alvorada

  • Presidente comentava sobre projeto de lei que tramita na Câmara que permite plantio de maconha para fins medicinais

  • Bolsonaro já adiantou que vai vetar a proposta, caso aprovada no Congresso

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (8) que não há necessidade de permitir o plantio de maconha para fins medicinais e científicos e aproveitou para provocar o PT.

“Tem canabidiol sintética, não precisa deixar o pessoal plantar maconha em casa, não. Imaginou se o PT um dia voltar ao governo, o quanto dá para plantar de maconha ali, ó?”, provocou ele, apontando a cabeça para o Palácio da Alvorada.

Leia também

Bolsonaro foi questionado sobre o projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados, em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. O texto autoriza o cultivo, no Brasil, de Cannabis sativa - planta também usada para produzir a maconha - com fins medicinais, veterinários, científicos e industriais.

O ex-ministro do governo Bolsonaro e deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) é um dos defensores do canabidiol sintético, mas especialistas alegam que estudos científicos mostram a perda de efeitos dos sintéticos.

Bolsonaro já se pronunciou contra o projeto e adiantou que, caso aprovado pelo Congresso, vai vetar o texto. Mesmo assim, o Congresso pode derrubar o veto presidencial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos