Bolsonaro diz que Silveira falou “absurdos”, mas vê “excesso” em sentença do STF

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Bolsonaro afirmou novamente que graça dada a Daniel Silveira foi modo de
Jair Bolsonaro afirmou novamente que graça dada a Daniel Silveira foi modo de "corrigir injustiça" (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia

  • Bolsonaro avaliou que sentença do STF contra Daniel Silveira foi um "excesso"

  • Ao mesmo tempo, presidente afirmou que falas do deputado foram "coisas absurdas"

  • Jair Bolsonaro saiu em defesa de André Mendonça, criticado por votar pela condenação de Silveira

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a comentar a sentença do Supremo Tribunal Federal contra o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). Na avalição de Bolsonaro, a Corte cometeu um “excesso” contra o parlamentar e, por isso, a graça dada por ele seria uma forma de “corrigir essa injustiça”;

Silveira foi condenado pelo STF a oito anos e nove meses de prisão por envolvimento na organização de atos antidemocráticos.

Jair Bolsonaro assumiu que as falas de Daniel Silveira foram “coisas absurdas”, mas discordou da pena dada pelo Supremo.

“Um deputado federal, por mais que ele tenha falado coisas absurdas — e ninguém discute isso, que foram coisas absurdas —, a pena não pode ser 8 anos e nove meses de cadeia em regime fechado, perda de mandato, inelegibilidade e multa. Houve um excesso”, declarou o presidente em entrevista à rádio Metrópoles (FM), de Cuiabá.

“Caberia a mim, e só a mim e mais ninguém aqui no Brasil, desfazer essa injustiça. Eu não quero peitar o Supremo, dizer que eu sou mais importante, ou eu tenho mais coragem que eles, longe disso”, afirmou Bolsonaro.

Na entrevista, Bolsonaro saiu em defesa de André Mendonça, indicado por ele ao STF, mas que votou pela condenação de Daniel Silveira, mas propôs uma pena menor.

“Ele foi criticado bastante no voto dele, mas aos poucos o pessoal vai entendendo o que realmente aconteceu naquela sessão. Pode ter certeza: o André Mendonça é uma pessoa de princípios, uma pessoa religiosa, de família, conversador, tem uma bagagem cultural enorme. É uma pessoa que nós trabalhamos muito para ele conseguir aquela cadeira no Supremo Tribunal Federal. E tenham certeza: é um homem que está ao lado do Brasil, ao lado do povo e ao lado da família”, disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos