Bolsonaro diz que vai propor “CPI para investigar a Petrobras” após o reajuste

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bolsonaro diz que vai propor “CPI para investigar a Petrobras” após o reajuste
Bolsonaro diz que vai propor “CPI para investigar a Petrobras” após o reajuste
  • Bolsonaro afirmou ter conversado com Arthur Lira e líderes partidários para propor uma CPI;

  • A estatal anunciou reajuste de 5,18% para o preço da gasolina e um acréscimo de 14,26% no litro do diesel;

  • O chefe do executivo já foi a favor da política de preços da Petrobras

Logo após ter sido anunciado o reajuste de 5,18% para o preço da gasolina e um acréscimo de 14,26% no litro do diesel, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta sexta-feira que vai “propor uma CPI [Comissão Parlamentar de Inquérito] para investigar a Petrobras”.

“Conversei agora há pouco com o Arthur Lira [presidente da Câmara], reunido com com líderes partidários e nossa ideia é propor uma CPI para investigar a Petrobras, seus diretores e os membros do Conselho”, disse o presidente em entrevista à Rádio 96 FM, de Natal, no Rio Grande do Norte

A proposta de campanha apresentada em 2018 pelo então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, defendia que no exercício de seu mandato "os preços praticados pela Petrobras deverão seguir os mercados internacionais”. No entanto, buscando a reeleição, o chefe do executivo faz críticas sistemáticas ao lucro obtido através da metodologia.

“Traição para com o povo brasileiro. O lucro da Petrobras é uma coisa que ninguém consegue entender. Ela lucra 6x mais que a média que as petrolíferas de todo mundo. As petrolíferas fora do Brasil reduziram seu lucro, mas continuam tendo lucro para, exatamente, atender a população no momento difícil, por que isso tudo é fruto de uma guerra longe do Brasil”, afirmou Bolsonaro.

“Só no primeiro trimestre deste ano lucrou 44 bilhões de reais e você tem como reduzir essa parte de lucro porque está previsto nas leis estatais que ela tem que ter um fim social e ela não se preocupa com o social ,se preocupa com o lucro”, afirmou o presidente.

Durante a entrevista à rádio de Natal, Bolsonaro propôs uma CPI que investigue os altos cargos da estatal após dizer que o Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, tem encontrado dificuldade para trocar “o presidente da Petrobras e o Conselho”. O que na avaliação de Bolsonaro traria para dentro da estatal “gente mais competente” que entenda o “fim social da empresa”.

“O que a gente quer é uma CPI investigando o presidente, diretores e o pessoal do conselhos. A coisa mais importante é trocar o presidente e os diretores da Petrobras, esperamos poder conseguir fazer isso nos próximos dias. Mas não depende de uma canetada de um ministro, tem que negociar com o conselho uma coisa inconcebível. Quando acontece esse reajuste botam a culpa em mim e no ministro Minas e Energia, mas nós não temos porque interferir diretamente nessas questões da Petrobras. A CPI é o caminho”, declarou Bolsonaro, que continuou condenando a postura da estatal.

Bolsonaro bloqueia Nath Finanças após comentário sobre diretoria da Petrobras

Em uma sequência de tweets, a conta de Bolsonaro direcionou a responsabilidade sobre o aumento no preço dos combustíveis à "diretoria e presidente” da Petrobras. Alegando que, na qualidade de “acionista” da estatal, o Governo Federal é “contra qualquer reajuste nos combustíveis”.

Em seguida, o perfil Nath Finanças retuitou o fio do presidente criticando o posicionamento ao afirmar que “Dos 11 conselheiros da Petrobras, 6 são indicação do GOVERNO FEDERAL “. Um minuto após o comentário, o perfil da influencer foi bloqueado pela conta do Presidente da República.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos