Bolsonaro é condenado a pagar R$ 100 mil por ataques contra jornalistas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bolsonaro foi condenado por ataques a jornalistas em decisão da Justiça de São Paulo proferida nesta terça-feira (7). (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Bolsonaro foi condenado por ataques a jornalistas em decisão da Justiça de São Paulo proferida nesta terça-feira (7). (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi condenado a pagar uma indenização de R$ 100 mil por danos morais coletivos por conta de ataques contra jornalistas.

A decisão da juíza Tamara Hochgreb Matos, da 24ª Vara Cível de São Paulo, foi dada nesta terça-feira (7), no Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, em decorrência de uma Ação Civil Pública proposta pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo.

No pedido, o sindicato cita diversos ataques de Bolsonaro à imprensa em geral ou a jornalistas em casos específicos. Para a juíza, o presidente abusou do direito à liberdade de expressão para ofender jornalistas.

A magistrada reconhece ainda que Bolsonaro "manifesta-se, em seus pronunciamentos públicos e em redes sociais, de forma hostil e belicosa contra a categoria dos jornalistas profissionais, desprezando-os e desqualificando-os, como categoria e até mesmo como pessoas, visando desmoralizá-los, utilizando-se de termos ofensivos, vulgares e até mesmo ilícitos, incompatíveis com a urbanidade e maturidade esperada de um Presidente da República".

Ainda cabe recurso ao presidente da República, que está sendo defendido no processo pela advogada Karina Kufa.

O pagamento de indenização de R$ 100 mil reais a ser revertida para o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos Difusos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos