Bolsonaro e Michelle se desentendem por eleição

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jair Bolsonaro e Michelle Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro e Michelle Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) deve definir até a próxima semana em quem vai apoiar na eleição para governador do Distrito Federal. As opções são: o atual governador, Antonio Ibaneis Rocha (MDB), e o ex-governador José Roberto Arruda (PL).

Mas, de acordo com a coluna do jornalista Tales Faria, do portal UOL, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, apoia a ex-ministra da Mulher Damares Alves (Republicanos) a concorrer ao Senado em aliança com Ibaneis, tendo como vice a deputada Celina Leão (PP). A chapa foi anunciada na quarta-feira (13).

Bolsonaro, por outro lado, vinha se aproximando do ex-governador José Roberto Arruda, marido da deputada e ex-ministra-chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL), que queria se lançar ao Senado com o apoio do atual mandatário.

Ainda se acordo com o portal UOL, José Roberto Arruda falou que sua prioridade é Flávia Arruda, e que se ela tivesse o apoio de Bolsonaro para o Senado, ele abriria mão de concorrer a governador. Mas com Damares na disputa na Casa, fica difícil a candidatura da esposa de Arruda à mesma vaga.

Por isso, Flávia deve concorrer à reeleição para a Câmara dos Deputados e o marido ao governo do DF.

Além disso, segundo a coluna, Michelle Bolsonaro estaria irritada com a aproximação entre Bolsonaro e suas ex-mulheres, que desejam entrar na política. E, para a primeira-dama, isso só aconteceria com o aval de Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos