Bolsonaro elogia seus ministros e diz que velha política ficou para trás

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro teceu elogios ao seu quadro de ministros nesta sexta-feira e afirmou que apesar das pressões políticas, montou um time que não pode ser criticado.

Em cerimônia de início das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), no município de Mara Rosa, em Goiás, Bolsonaro lançou mão de um mote adotado em sua campanha --e posteriormente deixado de lado, quando selou sua aliança com o chamado centrão-- e disse que "a velha política" ficou para trás.

O presidente aproveitou para justificar que escolheu nomes políticos para cargos de natureza política e elogiou o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), expoente liderança do centrão, e a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL-DF), integrante do mesmo grupo político.

Bolsonaro afirmou ainda que os investimentos no sistema ferroviário vão permitir não só que a produção agropecuária chegue às mesas dos consumidores, mas também aos portos para exportação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos