Bolsonaro encerra coletiva ao ser questionado sobre decisão a favor de Flávio no caso das rachadinhas

Ana Paula Ramos
·1 minuto de leitura
Bolsonaro coletiva Acre
Bolsonaro coletiva Acre

O presidente Jair Bolsonaro se negou hoje a comentar a decisão dos ministros da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de anular a quebra de sigilo fiscal e bancário do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), no caso das ‘rachadinhas’.

O presidente participava de uma entrevista nesta quarta-feira (24) durante visita ao Acre e encerrou a coletiva após a pergunta de um jornalista sobre o caso.

Leia também

A quebra de sigilo fiscal e bancário de Flávio Bolsonaro havia sido autorizada em 2019 pelo juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, do Tribunal de Justiça (TJ) do Rio, e se estendia a cerca de cem pessoas e empresas suspeitas de envolvimento no esquema de desvio de recursos do gabinete do então deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).