Bolsonaro: Enem 'começa agora a ter a cara do governo'

·2 min de leitura
(AP Photo/Eraldo Peres)
(AP Photo/Eraldo Peres)
  • Servidores do Inep relatam censura e clima de insegurança e medo na instituição

  • Questões da prova do Enem são feitas por professores selecionados através de edital

  • Presidente do Inep, Danilo Dupas, teria solicitado a exclusão de mais de vinte questões

Em meio à denúncias e pedidos de demissões por parte de funcionários do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o presidente Jair Bolsonaro discursou hoje em Dubai, onde afirmou que "começam agora a ter a cara do governo as questões da prova do Enem"

"Ninguém precisa ficar preocupado. Aquelas questões absurdas do passado, que caíam tema de redação que não tinha nada a ver com nada. Realmente, algo voltado para o aprendizado."

Mais de 30 funcionários pediram demissão na última semana, citando motivos como "falta de comando técnico" e que a gestão estaria promovendo um “clima de insegurança e medo”.

Em Dubai, o presidente afirmou ter conversado com o ministro da Educação, Milton Ribeiro. "Seria bom vocês conversarem com eles, o que levou àquelas demissões. Não quero entrar em detalhes, mas é um absurdo o que se gastava com poucas pessoas lá. Um absurdo, tá?"

Leia também:

Ambiente de censura

Ao Fantástico, 37 servidores relataram sofrer intimidações e acusaram o presidente do Inep, Danilo Duplas, de estar despreparado para exercer a função. Segundo testemunhos, o presidente do órgão, teria ido até a sala segura onde a prova fica armazenada e lido as questões montadas pelas equipes técnicas.

“Fez a leitura das questões que essa equipe técnica havia montado, essa primeira prova do Enem, e solicitou a exclusão de mais de duas dezenas de questões dessa primeira versão da prova”

“Eram questões que tratavam principalmente da história recente do país, dos últimos 50 anos. Sob o ponto de vista da equipe técnica, não havia qualquer reparo pedagógico a ser feito na primeira versão da prova.”

O Enem

O Inep é o órgão responsável pela elaboração do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que acontecerá nos próximos dois domingos, 21 e 28 de novembro.

Porta de entrada para as universidades públicas do país e utilizado por muitas particulares, a prova é composta por 180 questões retiradas do Banco Nacional de Itens, onde se encontram milhares de questões elaboradas por professores selecionados através de um edital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos