Bolsonaro fala em "trabalho orquestrado" para desgastá-lo

·1 min de leitura
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: AFP / NELSON ALMEIDA)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: AFP / NELSON ALMEIDA)
  • O presidente falou em "trabalho orquestrado" para desgastá-lo

  • Bolsonaro comentava sobre as medidas restritivas adotadas em função da pandemia

  • Ele falou ainda sobre as críticas que recebeu sobre não visitar a Bahia

O presidente Jair Bolsonaro falou, nesta segunda-feira (10), em "trabalho orquestrado" para desgastá-lo ao citar as medidas de restrição adotadas em diversas regiões do país em função da pandemia de covid-19.

Bolsonaro foi contra ações como o lockdown e que acabaram sendo implementadas em Estados e municípios depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu autonomia aos gestores para definirem as políticas a serem adotadas de enfrentamento ao coronavírus.

"Foi um trabalho orquestrado também para tentar, pela economia, me desgastar", destacou em entrevista à rádio Jovem Pan.

Sobre as críticas que recebeu por permanecer de férias em Santa Catarina mesmo com as fortes chuvas que atingiram a Bahia no mês passado, Bolsonaro afirmou que já havia sobrevoado a área antes. Segundo ele, ministros foram escalados para acompanharem de perto a situação no Estado.

Ao comentar sobre a recusa do governo em relação à oferta de ajuda feita pela Argentina, de envio de especialistas para auxiliar nas áreas atingidas, o presidente explicou que o Brasil é que teria que arcar com as despesas dos 10 profissionais que estariam no país e que, portanto, "seria mais caro".