Bolsonaro falará de forma remota a apoiadores na Paulista

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 07.09.2021 - Manifestantes a favor do presidente Jair Bolsonaro na avenida Paulista durante o 7 de setembro. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 07.09.2021 - Manifestantes a favor do presidente Jair Bolsonaro na avenida Paulista durante o 7 de setembro. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) deve falar de forma remota a seus apoiadores que estarão concentrados na avenida Paulista para marcar o 7 de Setembro, nesta quarta-feira.

O plano é que ele faça uma live desde a orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, durante a tarde. Deve ser um pronunciamento breve, mais para uma saudação do que para um discurso.

Haverá um telão junto ao caminhão de som do movimento Nas Ruas, para que as pessoas possam acompanhar o presidente.

Caso haja problemas de conexão, devido ao grande número de pessoas presentes, um plano B já está definido: ele falará pelo celular de Tomé Abduch, um dos coordenadores do movimento, que reproduzirá o áudio do presidente no microfone. Esse método já ocorreu no ato do Dia do Trabalhador, em maio.

Serão no total 13 caminhões de som na Paulista para o ato, na parte da tarde. A expectativa é de presença de diversos candidatos e autoridades, como os deputados Carla Zambelli (PL-SP) e Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e o candidato ao governo Tarcísio de Freitas (Republicanos).