Bolsonaro indica Silva e Luna, ex-ministro da Defesa, para presidência da Petrobras

RICARDO DELLA COLETTA
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* CABO FRIO, RJ, BRASIL, 26-09-2012 - Aeroporto internacional de Cabo Frio. (Foto: Daniel Marenco/Folhapress)
*ARQUIVO* CABO FRIO, RJ, BRASIL, 26-09-2012 - Aeroporto internacional de Cabo Frio. (Foto: Daniel Marenco/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro indicou o general Joaquim Silva e Luna como novo presidente da Petrobras.

Luna é ex-ministro da Defesa e atualmente é diretor-geral da Itaipu Binacional.

A indicação do militar ocorre em meio às críticas de Bolsonaro à política de preços da Petrobras e das críticas de caminhoneiros pela alta dos combustíveis.

"O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello branco", diz uma nota publicada por Bolsonaro numa rede social.