Bolsonaro interrompe coletiva de imprensa para rezar o 'Pai Nosso' após não gostar de pergunta

·1 minuto de leitura

RIO — Enquanto estava em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, dia 12, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mostrou-se descontente com uma das perguntas e, em vez de responder, interrompeu a entrevista para convidar os jornalistas a rezarem com ele o "Pai Nosso". O momento, que tratava de suas tentativas de provar supostas fraudes na urna eletrônica, foi registrado em vídeo e repercute nas redes sociais.

— Para de falar em "se arrepende?", cara, que tá feio. Eu não vim aqui para brigar com ninguém. Acabei de falar. Vai acabar a entrevista. Depois diz que eu grosso — afirmou Bolsonaro, indicando que poderia terminar de atender a imprensa naquela hora. — Queria falar para você, bom, vamos rezar um Pai Nosso aqui, vamos? Vamos rezar? Vamos lá, ajuda aí, pessoal — continuou.

No Twitter, uma postagem recebeu mais de 130 mil visualizações e o nome da oração entrou na lista dos assuntos mais comentados. Confira alguns comentários sobre o episódio:

A interrupção ocorreu enquanto o tema abordado tratava de sua defesa do voto impresso nas eleições. Embora tenha ameaçado concluir a coletiva, a entrevista prosseguiu mais um pouco. Ele afirmou que tinha acabado de assinar um ofício para ser encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo mais prazo para que apresente evidências sobre a existência de fraude nas eleições. Segundo ele, um especialista conhecido seu que teria essas evidências estaria debilitado após se infectar com Covid-19 e só deve estar disponível para prestar os esclarecimentos nas próximas semanas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos