Bolsonaro ironiza e compartilha post de Anitta no Twitter sobre a bandeira nacional

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Bolsonaro ironizou e compartilhou post da cantora com várias bandeiras do Brasil e um "joinha". Foto: (AP Foto/André Penner).
Bolsonaro ironizou e compartilhou post da cantora com várias bandeiras do Brasil e um "joinha". Foto: (AP Foto/André Penner).

Após uma postagem feita pela cantora Anitta no Twitter a respeito da bandeira do Brasil e das cores verde e amarelo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) a ironizou neste sábado (16).

Ela escreveu que os símbolos nacionais "pertencem aos brasileiros” e que ninguém pode se “apropriar” deles. Numa possível indireta a Bolsonaro que utiliza as cores da bandeira do Brasil para fazer campanha política em oposição ao PT, que usa o vermelho na bandeira.

Apesar de não ter mencionado o presidente, ele compartilhou a publicação da cantora junto com um comentário irônico: “Concordo Anita”, disse. Ele complementou a mensagem com vários emojis da bandeira do Brasil e um sinal positivo conhecido como “joinha”.

A cantora carioca tem manifestado publicamente sua posição política contra o governo de Jair Bolsonaro nos últimos anos.

Em março deste ano ela se disponibilizou a pagar multa para quem gritasse “fora, Bolsonaro” no festival de música Lollapalooza. Outras artistas como as cantoras Pabllo Vittar e Marina Sena também gritaram “Fora Bolsonaro” durante o festival realizado em São Paulo.

A decisão da multa foi do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Raul Araújo, que havia determinado punição ao evento e aos artistas que fizessem algum tipo de manifestação política.

Anitta se apresentou no Coachella, principal festival pop dos Estados Unidos, vestida com as cores da bandeira do Brasil. Logo após o show, ela fez uma postagem no Twitter para afirmar que as cores azul, verde e amarelo representam o povo brasileiro.

No palco do Coachella, durante a apresentação do balé da cantora, foi possível escutar os pedidos de “Fora, Bolsonaro” dos dançarinos. A bailarina e coreógrafa, Arielle Macedo, se manifestou também pelo Twitter que os gritos deram motivação para o show.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos