Bolsonaro ironiza eficácia da CoronaVac, mas diz que vai comprar qualquer vacina aprovada pela Anvisa

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira a eficácia de 50,38% da CoronaVac, divulgada na terça-feira pelo governo de São Paulo. Bolsonaro disse que a "verdade" está aparecendo, sem especificar a que se referia, mas repetiu que o governo comprará qualquer vacina que tenha o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Ministério de Saúde já assinou um contrato para comprar 46 milhões de doses da CoronaVac.

A declaração do presidente foi feita durante conversa com apoiadores, no Palácio da Alvorada. Um homem falava sobre a importância da vacina contra a Covid-19, quando Bolsonaro disse, rindo:

— Essa de 50% é uma boa?

Em seguida, o presidente afirmou que está há "quatro meses apanhando por causa da vacina", mas que não quer "agradar quem quer que seja":

— O que eu apanhei por causa disso...Agora estão vendo a verdade. Estou quatro meses apanhando por causa da vacina. Entre eu e a vacina tem a Anvisa. Não sou irresponsável. Não estou a fim de agradar quem quer que seja.

O mesmo apoiador disse, então, que o melhor imunizante é o feito pela AstraZeneca, em parceria com a universidade de Oxfod. Bolsonaro retrucou que a melhor é que "passar pela Anvisa". Tanto a CoronaVac quanto a de AstraZeneca/Oxford já estão sendo analisadas pela agência.

— É a vacina que passar pela Anvisa. Seja qual for. Passou por lá...Já assinei um crédito de 20 bilhões (para comprar).