Bolsonaro ironiza punição a Maurício Souza: 'tudo é homofobia'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLICA — O presidente Jair Bolsonaro ironizou nesta quarta-feira a decisão do Minas Tênis Clube de afastar o central Maurício Souza, após o jogador de vôlei publicar postagens com teor homofóbico. Bolsonaro afirmou, de forma irônica, que "tudo é homofobia" ou "feminismo".

O comentário foi feito enquanto Bolsonaro esperava o início de uma entrevista no canal Jovem Pan News. O presidente, no entanto, já havia iniciado uma transmissão em sua conta no Facebook e, ao ouvir a notícia sobre o afastamento de Maurício, riu e comentou:

— Impressionante, né? Tudo é homofobia, tudo é feminismo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos