Bolsonaro já planeja questionar resultado da eleição no domingo (2), diz site

Jair Bolsonaro (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)
Jair Bolsonaro (Foto: Rodrigo Paiva/Getty Images)

A campanha de Jair Bolsonaro, que concorre à reeleição, vai começar a divulgar nesta quarta-feira (28) um documento do PL, partido do presidente, que volta a questionar, sem apresentar provas, a segurança do sistema eleitoral brasileiro.

Segundo a coluna Radar, da Veja, o documento, que contém duas páginas, é visto na campanha do chefe do Executivo como o “plano B” de Bolsonaro, caso seja derrotado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no domingo (2).

Trecho do documento batizado de “Resultados da Auditoria de Conformidade do PL no TSE” diz: “Grandes organizações, com alto investimento em segurança da informação, frequentemente, têm sido alvo de sequestro dos seus sistemas, por organizações criminosas com objetivo de extorsão. O quadro de atraso encontrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), referente à implantação de medidas de segurança da informação mínimas necessárias, gera vulnerabilidades relevantes. Isto poderá resultar em invasão interna ou externa nos sistemas eleitorais, com grave impacto nos resultados das eleições de outubro.”

Conforme mostra a coluna Radar, o texto da legenda afirma que o resultado do pleito pode ser manipulado dentro do TSE.

“Somente um grupo restrito de servidores e colaboradores do TSE controla todo o código fonte dos programas da urna eletrônica e dos sistemas eleitorais. Sem qualquer controle externo, isto cria, nas mãos de alguns técnicos, um poder absoluto de manipular resultados da eleição, sem deixar qualquer rastro."

"Não foram encontrados os procedimentos necessários para proteger estas pessoas expostas politicamente (PEP) contra a coação irresistível, gerando outro risco elevado”, continua o documento do PL.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)