Bolsonaro liga para Datena e força Valdemar a pedir desculpas

Bolsonaro forçou presidente de seu partido a se desculpar com Datena (AP Photo/Andre Penner)
Bolsonaro forçou presidente de seu partido a se desculpar com Datena (AP Photo/Andre Penner)

Jair Bolsonaro ligou por chamada de vídeo no sábado (21) para José Luiz Datena (PSC-SP), para que o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, se desculpasse com o apresentador, por afirmações críticas que fez sobre ele para um grupo de empresários em São Paulo. As informações são da Folha de S.Paulo.

A iniciativa do presidente da república é na tentativa de contornar uma crise que pode tirar o apresentador das eleições.

Costa Neto, na última sexta-feira (20) disse aos anfitriões de um almoço do grupo Esfera Brasil que o apresentador tinha "coisa no passado". E afirmou achar difícil que ele saia mesmo candidato.

O apresentador ficou irritado com a afirmativa e respondeu logo em seguida, que o presidente do PL "saiu da cadeira outro dia". Costa Neto foi condenado e preso no escândalo do mensalão.

O apresentador da TV Bandeirantes já havia afirmado antes mesmo das críticas de Valdemar Costa Neto, que "a política pode desistir de mim".

Datena reagia a resistências de lideranças do Republicanos a seu nome. O partido lançou Tarcísio de Freitas como pré-candidato ao governo paulista.

Durante a conversa com Datena no sábado, o presidente Bolsonaro afirmou que "o cargo [de senador] é seu. Eu já disse para esses caras [lideranças do Republicanos e do PL] que você ganha a eleição. A decisão é sua, você define se quer ou não [ser candidato]".

Bolsonaro sempre afirma a Datena que a política eleitoral exige "estômago de avestruz" para suportar críticas e eventuais traições.

Tarcísio de Freitas, nesta segunda (23), também fez um movimento em direção ao apresentador. E desmentiu informações de que teria o "plano B" de lançar o empresário Paulo Skaf ao Senado no lugar dele.

De acordo com a declaração de Freitas, o candidato ao Senado é Datena, que Skaf já sabe disso e que o apresentador é o candidato não apenas dele, Tarcísio, mas também do presidente da República.

Há duas semanas, Bolsonaro anunciou em um almoço na casa do próprio Skaf que Datena concorre ao Senado, com o apoio dele, na chapa de Tarcísio. Datena segue irritado. Mas segue candidato.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos