Bolsonaro e Lula desdenham de 3ª via nas eleições de 2022

Jair Bolsonaro. (Photo by Amauri Nehn/NurPhoto via Getty Images)
Jair Bolsonaro. (Photo by Amauri Nehn/NurPhoto via Getty Images)

Dois principais nomes da corrida eleitoral para 2022, Jair Bolsonaro e o petista Lula da Silva desdenharam da chamada 'terceira via' durante entrevista. Para o atual presidente, não há espaço para o surgimento de um candidato que possa derrotá-lo nas eleições de 2022. A entrevista foi dada para a Rádio Itatiaia.

"Está polarizado. Hoje, ia estar eu e o ex-presidiário que desviou bilhões dos cofres públicos e vai disputar as eleições do ano que vem", disse Bolsonaro, referindo-se ao ex-presidente Lula. 

O petista, que aparece como favorito nas pesquisas de opinião, falou sobre o tema à rádio Jovem Pan de Sergipe e discorda de Bolsonaro."A terceira via é uma invenção dos partidos que não têm candidato. Falam em polarização... O que tem de um lado é democracia e do outro é fascismo. Quem tá sem chance usa de desculpa a tal da terceira via. Seria importante que todos os partidos lançassem candidato e testassem sua força", defendeu.

Leia também:

Lula alfineta o presidente: "Com saúde e com muita disposição"

SAO PAULO, BRAZIL - MARCH 10: Former Brazilian President Lula da Silva holds a press conference at the metalworkers' union building in Sao Bernardo do Campo, in Sao Paulo, Brazil on March 10, 2021. (Photo by Cris Faga/Anadolu Agency via Getty Images)
SAO PAULO, BRAZIL - MARCH 10: Former Brazilian President Lula da Silva holds a press conference at the metalworkers' union building in Sao Bernardo do Campo, in Sao Paulo, Brazil on March 10, 2021. (Photo by Cris Faga/Anadolu Agency via Getty Images)

O petista ainda disse estar em ótima forma física, numa referência indireta à situação de Bolsonaro, que passou cinco dias internado com quadro de obstrução intestinal.

"Vocês sabem por que eu dou entrevista em pé? É pra provar que eu tô com saúde e com muita disposição. Inclusive eu tô aqui na academia, fazendo meu exercício diário..."

Bolsonaro chegou na manhã de quarta (14) ao Hospital das Forças Armadas, em Brasília, queixando-se de dores abdominais. Vinha também de uma crise de soluços que durou pelo menos 11 dias.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Lula disse que "povo irá empossar o próximo presidente" porque "ninguém quer receber a faixa" de Jair Bolsonaro (sem partido). O petista pediu, ainda, para que o presidente da República "pare de ser estúpido".

"Agora o Bolsonaro fica dizendo que se for derrotado nas eleições não vai entregar a faixa. Bolsonaro, pare de ser chucro. Pare de ser estúpido. Ninguém quer receber a faixa de você. Pode deixar que o povo vai empossar o presidente eleito em 2022. E não será você", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos