Bolsonaro manda recado a 'autoridades' e diz que 'se Deus quiser' pandemia 'chegou ao fim'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA — Em meio ao debate sobre a exigência de passaporte de vacina para permitir a entrada no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira considerar que "se Deus quiser" a pandemia de Covid-19 "chegou ao fim". Bolsonaro acrescentou, no entanto, que "algumas autoridades" parecem pensar de forma contrária.

— O Brasil vive um momento difícil, pós-pandemia, que eu acho que, se Deus quiser, chegou ao fim. Se bem que parece que para algumas autoridades ainda não, né — discursou Bolsonaro, em cerimônia no Palácio do Planalto sobre segurança no trânsito.

Bolsonaro se opõe à necessidade de comprovar a vacinação para entrada no Brasil e na semana passada criticou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por propor a exigência. No sábado, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o governo federal deve exigir o comprovante.

O presidente também critica governadores e prefeitos que obrigam a comprovação de vacinação para certas atividades, como ir ao cinema, bares ou shows, em seus estados ou cidades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos