Bolsonaro precisa levar um corretor automático para próxima reunião do G20

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jair Bolsonaro
    38.º presidente do Brasil
  • Recep Tayyip Erdoğan
    Recep Tayyip Erdoğan
    Presidente da Turquia
Brazilian President Jair Bolsonaro (C) looks on as health workers join world leaders to pose for a group photo at the G20 of World Leaders Summit on October 30, 2021 at the convention center
Foto: Filippo Monteforte/AFP (via Getty Images)

O coitado do tradutor de Jair Bolsonaro na reunião do G20, realizado em Roma, no fim de semana, teve trabalho: transmitir para líderes de Estado, os poucos com quem o presidente brasileiro conseguiu puxar papo, sem engasgar com a fantasia que o líder brasileiro tentou apresentar em sua língua nativa.

Foi o caso da conversa com o líder turco, Recep Erdogan, que perguntou a Bolsonaro como estava a situação no Brasil. A conversa foi presenciada pelo colunista do UOL Jamil Chade.

O encontro mostrou a falta que fez não um tradutor, mas um corretor automático para acompanhar o líder brasileiro na reunião. Eis como teria sido o diálogo:

Erdogan - Como está a situação atual hoje no Brasil, senhor presidente?

Bolsonaro - Tudo bem. A economia voltando bem forte (tradução: uma ameaça de greve dos caminhoneiros por conta do preço dos combustíveis parece bom para o senhor, presidente? A meta de inflação para o ano subiu de 5,8% para 8,5%. Ainda assim deve fechar em dois dígitos. A carne está 30% mais cara do que há um ano e tem um pessoal que já botou osso bovino para venda. As pessoas estão disputando ossos e restos nos fundos dos supermercados. Tem gente em cana por furtar um miojo. Fiz o que pude para salvar a economia enquanto apostava na imunidade de rebanho e o que colhemos até agora foram quase 610 mil mortos e uma economia em frangalhos). A mídia como sempre atacando, estamos resistindo bem. (tradução: presidente, a mídia profissional faz o trabalho dela e mostra o que não queremos expor. Outro dia topei participar de um programa e um humorista me tirou do sério. Fui obrigado a encerrar a pergunta porque não gosto de ser questionado sobre as mutretas do meu filho). Não é fácil ser chefe de Estado em qualquer lugar do mundo. (tradução: é fácil ser chefe de Estado no meu cercadinho, sim. Trabalho pouco, falo o que quero, me chamam de mito e meus filhos estão todos encaminhados na vida. Já viu a mansão do meu primogênito? Você acha que se o pai não fosse chefe de Estado aquele menino que não aguenta dez minutos de debate sem desmaiar ia comprar uma casa daquelas? No nosso país chamamos isso de meritocracia).

Erdogan - O Brasil tem grandes recursos petrolíferos

Bolsonaro - Tem, tem. (Tradução: tem. Por enquanto)

Erdogan - Petrobras.

Bolsonaro - Petrobras é um problema. (Tradução: Petrobras é um problema para outros competidores internacionais, que não querem concorrência na praça e querem botar a mão no que deveria ser do povo brasileiro). Mas estamos quebrando monopólios, com uma reação muito grande. (Tradução: o monopólio está sendo quebrado desde 1997. Só que com o câmbio na lua, tem gente reagindo com a política de preços que nem fui eu que determinei, foi o Michel Temer, e eu tanto não quero mexer nesse vespeiro que botei a culpa nos governadores que ficam com um teco dos impostos estaduais, e então eu prometo privatizar, sem ter plano nenhum, as ações sobem e fico rindo com meu ministro Paulo Guedes da capacidade do investidor em acreditar em qualquer coisa).

Há pouco tempo era uma empresa de partido político. Mudamos isso. (tradução: inclusive agora estou negociando minha filiação a um partido político, do qual já fui filiado, que fez da diretoria de abastecimento um verdadeiro feudo. Essa legenda, inclusive, conseguiu a proeza de ser alvo de uma ação do Ministério Público contra um partido. Dez políticos e um assessor foram processados pela Lava Jato para devolverem aos cofres públicos mais de R$ 2 bilhões desviados na Petrobras, inclusive o atual presidente da Câmara, meu aliado e cão de guarda no Congresso).

Erdogan - E quando é a eleição?

Bolsonaro - Daqui a 11 meses. (tradução: daqui a 11 meses, mas na prática já estou em campo pela reeleição desde o primeiro dia de mandato e se as coisas derem errado já avisei que não vão ter nem eleição se não for do meu jeito).

Erdogan - Significa que o senhor tem bastante coisa ainda para fazer

Leia também:

Bolsonaro - Eu estou bem. (tradução: na medida do possível, está dando bem certa aquela minha promessa feita aos meus chefes americanos no começo de mandato: antes de fazer muita coisa é preciso destruir muita coisa. O senhor conhece a Amazônia, presidente? Corre antes que acabe) Também tenho um apoio popular muito grande. (Tradução: 53% de desaprovação parece apoio popular muito grande para você, presidente? E se eu disser só 14% dos brasileiros sempre acreditam no que eu falo?) Temos uma boa equipe de ministros. (tradução: outra dia meu ministro da Economia chamou meu ministro da Tecnologia de burro, pra ver o nível da turma, presidente). Não aceitei indicação de ninguém. Foi eu que botei todo mundo. (tradução: o senhor conhece o centrão, presidente? Os caras me fizeram engolir um ministro da Casa Civil e outra da Secretaria do Governo. Deixei a missão com eles e agora praticamente passeio tranquilo de moto enquanto o bicho pega em Brasília). Prestigiei as Forças Armadas. Um terço dos ministros [é de] militares profissionais. (tradução: o militar mais prestigiado que trabalhou comigo saiu com menos de seis meses dizendo que eu perco tempo demais com “fofocas” e “bobagens”). Não é fácil. (tradução: tirando as horas que choro no banheiro, é bem moleza poder abrir a porta sem mexer na maçaneta). Fazer as coisas certas é mais difícil (tradução: Fazer as coisas certas é mais difícil. Por isso evito).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos