Bolsonaro minimiza morte de conhecido por Covid: "Alguns 'pega' de jeito, né?"

·2 minuto de leitura
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reage ao saber da morte do filho de um conhecido por Covid-19
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reage ao saber da morte do filho de um conhecido por Covid-19
  • O presidente Jair Bolsonaro minimizou a morte de um conhecido por Covid-19

  • Em visita à fazenda onde passou a adolescência, descobriu que o filho do tratorista contraiu a doença

  • Bolsonaro reagiu com desprezo: "Alguns 'pega' de jeito, né?"

Em visita a Eldorado, no Vale do Ribeira (interior de São Paulo), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu apresentar a seus seguidores no Facebook a fazenda onde passou a infância e a adolescência. Durante a transmissão ao vivo do passeio, ele descobriu que o filho de um conhecido morreu de Covid-19.

"O 'negão' Alcides, tratorista...", indagou Bolsonaro ao apontar para uma casa. "Tá vivo!", respondeu o funcionário da fazenda, identificado como Leo. "Tá vivo o Alcides?", perguntou o presidente. "Tá. Morreu o filho dele esses dias", complementou o homem.

Leia também:

Bolsonaro quis saber a causa da morte do filho do tratorista: "Morreu do quê?". Leo revelou: "Corona pegou ele". O presidente logo pensou que o rapaz havia sido assassinado: "Quem?". O funcionário repetiu: "Corona".

O presidente, que durante a pandemia chamou o coronavírus de "gripezinha" e desestimulou o uso de máscaras, tentou justificar a morte do filho do conhecido: "Corona pegou? Ele já tinha algum problema de saúde?".

O funcionário respondeu: "Rapaz, ele era um homem novo ainda". Bolsonaro, mais uma vez, minimizou a perda do tratorista: "Alguns pega de jeito, né?". Leo insistiu na gravidade da doença: "Mas derrubou ele". O presidente mudou de assunto: "O Alcides me ensinou a dirigir trator aqui".

Segundo país com mais mortes por Covid-19, o Brasil soma, até o último sábado (21), 574.243 óbitos provocados pela doença.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos