Bolsonaro não fez quase nada desde que perdeu eleição

***ARQUIVO***OSASCO, SP, 21.10.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) participa de sabatina na sede do SBT, em Osasco, na Grande São Paulo. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
***ARQUIVO***OSASCO, SP, 21.10.2022 - O presidente Jair Bolsonaro (PL) participa de sabatina na sede do SBT, em Osasco, na Grande São Paulo. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

Passadas três semanas desde sua derrota no segundo turno das eleições, o presidente Jair Bolsonaro (PL) vive uma rotina de reclusão, com agenda oficial enxuta e número reduzido de postagens em suas redes sociais, meios que adotou como principal forma de comunicação ao longo de seu mandato.

No cenário internacional, o presidente ausentou-se da COP27, conferência da ONU sobre mudanças climáticas que ocorre no Egito até o dia 18 -com participação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Bolsonaro também não foi à reunião da cúpula do G20, na Indonésia.

Desde a vitória do petista, o atual mandatário evitou parabenizar o adversário e não comentou o relatório apresentado pelo Ministério da Defesa ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre a fiscalização do processo eleitoral.

Em seu primeiro pronunciamento após as eleições, no dia 1º de novembro, Bolsonaro avaliou que as manifestações antidemocráticas promovidas por seus apoiadores são fruto de "indignação e injustiça" com as eleições e não pediu explicitamente o fim dos bloqueios de rodovias, o que fez em vídeo no dia seguinte.

Veja o dia a dia do presidente desde o resultado do segundo turno, de acordo com agenda oficial da Presidência e publicações em redes:

31.out (segunda-feira)

  • Encontro com Paulo Guedes (Economia) e outros ministros de manhã

  • Sem motociata

  • Sem postagens nas redes sociais

1º.nov (terça-feira)

  • Encontro com o ministro da CGU, Wagner Rosário, e com senador eleito, Rogério Marinho (PL-RN)

  • Sem motociata

  • Reunião com Paulo Sérgio Nogueira (Defesa), Anderson Torres (Justiça) e Bruno Bianco (AGU)

  • À tarde, após reunião com ministros, quebrou o silêncio de 45 horas e se pronunciou pela pela primeira vez após a derrota eleitoral.

  • O pronunciamento, de cerca de dois minutos, no Palácio do Alvorada, foi divulgado em sua conta no Facebook.

2.nov (quarta-feira)

  • Sem compromissos oficiais

  • Sem motociata

  • Em suas redes, publicou vídeo em que pediu a manifestantes bolsonaristas que desbloqueassem rodovias

3.nov (quinta-feira)

  • Reunião de meia hora com Célio Faria Júnior, secretário da Presidência da República

  • Sem postagens nas redes sociais

  • Sem motociata

  • Sem a tradicional live semanal

4.nov (sexta-feira)

  • Sem compromissos oficiais

  • Sem postagens em suas redes sociais

  • Sem motociata

5.nov (sábado)

  • Sem compromissos oficiais

  • Sem postagens em suas redes sociais

  • Sem motociata

6.nov (domingo)

  • Sem compromissos oficiais

  • Sem postagens em suas redes sociais

  • Sem motociata

7.nov (segunda-feira)

  • Encontro com o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Alvaro Pereira Leite

  • Reunião com Renato de Lima França, subchefe para Assuntos Jurídicos da Presidência

  • Telegram: divulgou a notícia de que percentual de brasileiros vivendo em extrema pobreza em 2020 foi o menor já registrado na série histórica do Banco Mundial. Não fez postagens em suas outras redes. O aplicativo de mensagens tem sido, junto ao TikTok, a rede mais ativa do presidente nas últimas semanas, com postagens quase diárias a respeito de programas do governo

  • Sem motociata

8.nov (terça-feira)

  • Sem compromissos oficiais

  • Twitter e Facebook: publicou fotografias antigas

  • elegram: divulgou dados do programa Lixão Zero, do Ministério do Meio Ambiente e sobre a Operação Acolhida, programa que auxilia refugiados venezuelanos

  • Sem motociata

9.nov (quarta-feira)

  • Reunião com Ciro Nogueira (Casa Civil), Célio Faria Júnior e governador Ratinho Jr. (Paraná)

  • Reunião com Marcelo Queiroga (Saúde)

  • Reunião de meia hora com Renato de Lima França

  • Instagram: publicou uma fotografia antiga

  • Telegram: anunciou "repasse de R$ 3 bilhões do governo federal para investimentos em segurança pública". No aplicativo, também fez publicações sobre programa de habitação no Ceará e dessalinização de água em Minas Gerais

  • Sem motociata

10.nov (quinta-feira)

  • Reunião com Victor Godoy Veiga, ministro da Educação

  • Reunião com o secretário da Presidência da República, Célio Faria Júnior, e com o subchefe para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência, Renato de Lima França

  • Assinou decreto que revogou 137 atos normativos já sem eficácia ou validade.

  • Nomeou André Ramos Tavares para o cargo de juiz substituto no TSE

  • Telegram: anunciou o lançamento da plataforma tramita.gov.br e fez postagem sobre valores arrecadados via leilões pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos

  • Sem motociata

  • Sem a tradicional live semanal

11.nov (sexta-feira)

  • Reunião com o ministro da CGU, Wagner Rosário, e com o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, general Luiz Eduardo Ramos

  • Sem motociata

  • Novamente reuniu-se com Célio Faria Júnior e Renato de Lima França

  • TikTok: publicou compilado de vídeos que o mostram em motociatas e encontros com apoiadores

12.nov (sábado)

  • Sem compromissos oficiais

  • Nomeou 12 desembargadores para o Tribunal Regional Federal da 4ª Região; os nomeados estavam nas listas tríplices formadas pelo plenário da corte e enviadas à Presidência em junho

  • TikTok: publicou vídeos que o mostram com apoiadores

  • Telegram: postagens a respeito do agronegócio, da transposição do rio São Francisco e sobre o marco legal do Saneamento Básico

  • Sem motociata

13.nov (domingo)

  • Sem compromissos oficiais

  • Telegram: publicações a respeito de obras de infraestrutura

  • Sem motociata

14.nov (segunda-feira)

  • Encontro pela manhã com senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) e Paulo Guedes (Economia)

  • Sem motociata

  • TikTok: vídeos com compilado de cenas de suas atividades como deputado federal e presidente. Também publicou vídeo com os subtítulos "água no Nordeste", "casa própria" e "título de terra"

15.nov (terça-feira)

  • Encontro com Ciro Nogueira (Casa Civil), das 9h às 9h30

  • TikTok: vídeo similar ao do dia anterior, com compilado de "recordes" de seu governo

  • Sem motociata

16.nov (quarta-feira)

  • Sem compromissos oficiais

  • Sem motociata

  • Voltou ao Twitter e Facebook, após uma semana, para compartilhar uma lista de redes oficiais de comunicação, "atualizadas diariamente"