Bolsonaro não passará por cirurgia para tratar obstrução intestinal, diz Folha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro não passará por uma cirurgia para corrigir uma obstrução intestinal que o levou a ser internado na segunda-feira, disse o jornal Folha de S.Paulo nesta terça-feira.

De acordo com a publicação, a decisão de descartar uma cirurgia ao menos por ora foi tomada pelo médico Antônio Macedo e comunicada aos membros de sua equipe. De acordo com a reportagem, a decisão ainda precisa ser confirmada oficialmente.

O jornal disse ainda que Bolsonaro respondeu bem aos medicamentos, e a obstrução se desfez. Ele seguirá com o tratamento clínico.

Bolsonaro foi internado no Hospital Vila Nova Star na madrugada de segunda-feira após sentir um "desconforto abdominal", segundo a Presidência da República informou em nota na segunda.

De acordo com o hospital, o presidente foi diagnosticado com uma obstrução intestinal.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos